Início / Animação / Zootopia – Essa Cidade é o Bicho (sério, pra que esse subtitulo?)

Zootopia – Essa Cidade é o Bicho (sério, pra que esse subtitulo?)

zootopia_projeto

Vamos a sinopse oficial pra pular a parte de explicar sobre do que se trata a história e podermos ir direto a parte importante, que é exaltar o quanto essa animação é linda e bem feita.

Zootopia é uma cidade diferente de tudo o que você já viu. Formada por “bairros-habitat”, como a elegante Praça Sahara e a gelada Tundralândia, essa metrópole abriga uma grande diversidade de animais irreverentes sempre prontos para encarar uma nova e divertida aventura.Quando Judy Hopps chega em Zootopia, ela descobre que ser a primeira coelha da equipe da polícia, formada por animais grandes e fortes, não é nada fácil. Determinada a provar seu valor, ela embarca em uma aventura atrapalhada e bem humorada, ao lado do malandro raposo Nick Wilde para desvendar um grande mistério.

zootopia judy e nick

Zootopia estreou no Brasil no dia 17 de março e até o momento é a melhor animação desse ano. Tudo em Zootopia é ótimo, os personagens são extremamente carismáticos e fofinhos, a história trata de um tema bacana sobre superação, correr atras dos sonhos, nunca desistir, etc, mas é contada de forma natural e engraçada, sem ser apelativa ou piegas, e qualidade técnica da animação em si, o “gráfico” como diríamos se estivéssemos falando de um jogo de videogame, caramba, os gráficos são fantásticos. Deve ser a animação mais linda que já vi, e olha que nesse sentido a concorrência é grande.

Os personagens principais, a coelha Judy Hopps e a raposa Nick Wilde tem uma química perfeita entre os dois, e não fica só neles, todo o elenco de apoio é muito bem construído também, desde o chefe Bogo até o impagável Flash (melhor personagem disparado).

zootopia_flash

Zootopia é um desenho que vai agradar tanto as crianças quanto os adultos, a diversas referências que a animação faz a outros produtos da cultura pop que vão de O Poderoso Chefão a Breaking Bad, incluindo inclusive a Shakira, que além de dublar uma personagem no desenho fez também a musica tema. São coisas que as crianças obviamente não vão pegar, mas que os adultos vão curtir ao identificar as referências. Ao mesmo tempo em que as crianças irão curtir os personagens, a história e irão se maravilhar com o mundo de Zootopia.

Zootopia_City_Projeto_Supremo

Uma sacada genial foi terem divido o mundo em várias cidades temáticas, que são os bairros habitat das especies que precisam de um ambiente especifico,  essas áreas vão desde uma cidade com clima de deserto do Sahara até uma cidade com clima chuvoso e tropical, tem a cidade dos ratos, a cidade dos coelhos e assim por diante, e não que os animais estejam divididos cada um na sua cidade, eles convivem harmoniosamente uns com os outros em todos os ambientes, principalmente na cidade grande, mas há cidades projetadas especificamente para algumas especies também.

Nisso deles conviverem harmonicamente, é assim e não é na verdade, apesar dessa convivência pacifica, ainda rola algumas segregações com relação a que lugar ou trabalho determinadas especies podem ou não participar, e é disso que o filme vai se tratar, da luta da Coelha Judy para provar que qualquer um pode ser o que quiser. O filme levanta a bandeira da igualdade e faz isso de forma muito competente.

zootopia essa cidade é o bixo

Para finalizar, eu acabei por assistir a versão legendada, mas a versão dublada recebeu vários elogios, a personagem principal Judy Hopps foi dublada pela atriz Mônica Iozi e disseram que a dublagem ficou acima da média. A raposa Nick Wilde foi dublado pelo ator Rodrigo Lombardi e tem até a participação do jornalista Ricardo Boechat narrando o também jornalista Boi Chá (porque não né?). Então fica a dica ai, dublado ou legendado Zootopia é um excelente filme e vale muito a pena assistir, seja por crianças, adultos ou alienígenas.

ah, eu já falei que o filme é lindo pra caramba? Pois é sim. Acreditem!

 

Gostou? Compartilhe!!!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sobre Oni

Especialista em compras compulsivas. Mestre em largar jogos pela metade. Doutor em Leitura de livros com figuras. Príncipe em assistir séries pela metade . Rei da procrastinação. Deus do meu mundo.

Deixe uma resposta