Início / Séries e Filmes / X-Men: Apocalipse – Divertidinho mas ordinário

X-Men: Apocalipse – Divertidinho mas ordinário

X-Men: Apocalipse mostra o despertar do primeiro mutante da história, Apocalipse irá reunir seus 4 cavaleiros e causar o.. Apocalipse? Bom, é mais ou menos isso ai, ele quer causar o caos mundial para que somente os fortes sobrevivam e assim ele possa reinar sobre eles.

X-Men: Apocalipse projeto-supremo

O Filme marca o fim da segunda trilogia iniciada em X-Men First Class e traz de volta Jennifer Lawrence (Mística), Michael Fassbender (Magneto) e James McAvoy (Professor Xavier), Evan Peters (Mercúrio) e Nicholas Hoult (Fera) como protagonistas, além de inserir os novatos Sophie Turner (Jean Grey), Olivia Munn (Psylocke), Alexandra Shipp (Tempestade), Tye Sheridan (Ciclope) e Kodi Smith-McPhee (Noturno), além, claro de Oscar Isaac como o vilão Apocalipse.

A história mostra o despertar do Apocalipse nos anos 80. Ele reúne seus 4 Cavaleiros, Tempestade, Anjo, Psylocke e Magneto para ajuda lo  a causar o caos mundial, até descobrir que através do Professor Xavier ele pode maximizar o alcance dos seus poderes, e para isso só precisa transferir seu corpo para o dele e absorver seus poderes. Simples né? Mas pera lá, acho que já estou me adiantando, vamos voltar um pouco nisso.

X-Men-Apocalypse

Primeiro de tudo ele encontra a Tempestade no Cairo, dando uma turbinada nos poderes dela e o cabelo dela fica branco (achei bacana isso do cabelo, afinal nos quadrinhos ela sempre teve o cabelo assim), ai nisso ele vai procurar informações sobre outros mutantes fortes que possam integrar no seu grupo e acaba topando com a Psylocke que aceita se juntar. A mesma Psylocke leva Apocalipse a recrutar o Anjo. Porra, pera lá, Você não tava a procura de mutantes poderosos? Como que você se contenta com o merdinha do Anjo? Nem depois do Apocalipse ter dado uma turbinada no Anjo o personagem conseguiu ficar menos pior.

xmen1

Enquanto essas coisas aconteciam Magneto estava na Polônia tentando viver a vida dele em paz. Casado, com uma filhinha e ficando na moita. Até que os poderes mutantes dele acabam sendo descobertos e o povo vai atrás dele pra ferrar com tudo. Isso acaba deixando o Magneto puto e fica fácil pro Apocalipse recruta-lo e torna-lo o quarto Cavaleiro. Lembrando que no filme, diferente dos gibis, Apocalipse não domina a mente dos cavaleiros e os força a os servir, é meio que algo voluntário, ele chega lá, aumenta a capacidade dos malucos, joga um xaveco e pronto. Tem um novo cavaleiro disposto a segui-lo e lutar por ele.

Nisso a Mística está pelo mundo libertando mutantes oprimidos e se tornando uma lenda no meio mutante. Sim, Jennifer Lawrence ficou tão grande que agora até a Mística é protagonista, Super-heroína e personagem principal dos X-Men. É foda que o papel desempenhando por ela chegando inclusive a liderar os X-Men, é um papel que teria que ficar com a Tempestade por exemplo, que é um personagem muito melhor (nos quadrinhos pelo menos) e que nos filmes sempre foi mal aproveitado pra cacete.

xmen

Temos também a inserção dos novos personagens no filme (que não são novos na concepção da palavra, mas são outros atores mais jovens desempenhando papéis de personagens que já haviam aparecido na primeira trilogia, sim, X-Men é confuso, se acostumem com isso). Temos o aparecimento do Jovem Ciclope, do Noturno e da Jean Grey Sansa Stark, que parece que desempenha quase que a mesma atuação de Game of Thrones, ou seja, é uma Sonsa na maior parte do tempo.

Vamos ao filme em si, X-Men é um filme divertido, mas é um filme com vários problemas também. A inserção e a tentativa de uso de muitos personagens acabam não deixando espaço para o desenvolvimento mais aprofundado de nenhum deles. Se passaram 10 anos (na cronologia dentro do filme) e os personagens parecem não ter evoluído nada, vide o Mercúrio (que novamente protagoniza a melhor cena do filme) que não parece ter envelhecido e continua com a mesma cara que ele tinha nos anos 70, época que se passou o filme anterior.

xmen-apocalypse

O vilão Apocalipse também não convenceu, seja pela caracterização, seja pela conclusão da história em que ele foi derrotado de forma meio tonta. Aliás, a batalha final é bem fraca, as motivações dos personagens não são claras e no final você nem sabe ao certo porque os vilões estão fazendo aquilo, do nada parece que bate um arrependimento na Tempestade e no Magneto e eles decidem que o Apocalipse não é o cara legal que quer causar o caos mundial que eles achavam que ele era.

Pessoalmente eu gosto dos filmes dos X-Men, e de forma geral sempre me divirto com eles, e com esse não foi diferente, apesar de todos os pontos que eu destaquei acima, das criticas e dos erros a coisas que eu acho que não ficaram tão bem como poderiam, ainda acho um filme legal de se assistir, ver algumas coisas que fazem referências aos quadrinhos sendo jogadas ali do nada só pra agradarem os fãs, de fato me agrada, ver o Professor Xavier ficando careca finalmente é legal pra caramba. Até o fan service da cena do Wolverine ficou foda.

Enfim, para quem gosta de X-Men e viu todos os outros filmes, ou pelo menos essa nova trilogia, X-Men: Apocalipse ainda é um filme bacana de se ver, desde é claro você não vá com grandes expectativas, eu não esperava nada o filme e acabei curtindo. Não é o melhor filme de super-heróis do ano mas também não é nenhum Quarteto Fantástico. O que me parece é que os filmes não estão dando muito espaço entre si, então X-Men está meio que saturando. Talvez seja hora de dar um descanso pra franquia e focar em personagens individuais até que fiquemos com saudade e com vontade de assistir o próximo filme do grupo.

 

Gostou? Compartilhe!!!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sobre Oni

Especialista em compras compulsivas. Mestre em largar jogos pela metade. Doutor em Leitura de livros com figuras. Príncipe em assistir séries pela metade . Rei da procrastinação. Deus do meu mundo.

Deixe uma resposta