Início / Hqs e Livros / Primeiras impressões da nova revista do Pantera Negra

Primeiras impressões da nova revista do Pantera Negra

A Marvel contratou Ta-Nehisi Coates para escrever a nova revista mensal do Pantera Negra e junto com o desenhista Brian Stelfreeze iniciar uma nova fase na vida do personagem.

Pantera Negra

Vamos então a uma breve descrição de como está o cenário com relação ao Pantera até o presente momento em que se inicia a edição numero 1 da nova revista mensal.

Pantera Negra é o ancestral título cerimonial de T’Challa, o rei de Wakanda. T’Challa divide seu tempo entre proteger seu reino, com a ajuda de sua guarda real feminina de Elite, a Dora Milaje, e ajudar a proteger o mundo todo, como membro de times de super-heróis como os Vingadores e os Supremos.

A nação africana Wakanda é a sociedade mais tecnologicamente avançada do globo. Ela está sobre um grande depósito de um recurso natural extremamente raro chamado de Vribranium. Wakanda por um longo tempo ostenta nunca ter sido conquistada. Mas eventos recentes – Um dilúvio bíblico que matou milhares, um golpe orquestrado pelo Doutor Destino, uma invasão do vilão Thanos – Vexaram o reino.

T’Challa recentemente passou algum tempo longe de seu trono. Sua irmã Shuri estava governando tanto como rainha quanto como Pantera Negra em sua ausência, mas ela morreu defendendo Wakanda contra o exército de Thanos.

Agora T’Challa é o rei novamente, mas o povo de Wakanda está inquieto…

Pantera negra 4

O que mais chama atenção num primeiro momento é nome que a Marvel escolheu para desenvolver essa nova fase do Pantera: Ta-Nehisi Coates é um jornalista e escritor norte americano envolvido em diversos movimentos sociais relativos a cultura afro americana. Filho de militantes de movimento negro Coates trabalha muito o lado social e faz questionamentos sobre o papel que é dado ao negro na sociedade atual. Ele é autor do livro “Entre o mundo e Eu”  onde ele compartilha com seu filho através de cartas as experiências de vida dele. Uma série de questionamentos e experiências reveladoras que servem para tentar compreender melhor o racismo e se libertar do peso histórico que ele traz.

E já a partir das duas primeiras edições notamos nitidamente que o autor quer justamente colocar esses assuntos em pauta para discussão. Wakanda sempre foi descrita como a nação mais evoluída do universo Marvel. Seu alto nível tecnológico sempre proporcionou uma qualidade de vida bastante elevada a seus habitantes. Wakanda é uma pais rico e próspero. Ou pelo menos era, até o acontecimentos recentes narrados no inicio do post.

pantera negra 5

No estado atual em que Wakanda se encontra o povo vive a beira de uma Guerra Civil, não bastasse a insatisfação com o governo ainda há forças misticas e politicas influenciando para que o povo se rebele contra o Pantera Negra que acabou de retornar ao trono. E é nesse ambiente conturbado que Ta-Nehisi Coates vai poder desenvolver a trama da história e tratar de assuntos relevantes. Temas como estupro, homossexualismo, guerra e direitos civis foram mostrados já nas primeiras duas edições da revista.

Os desenhos de Brian Stelfreeze casam bem com a história e com o personagem, não são excepcionais mas estão longe de serem ruins. Acredito que a cor atrapalhe um pouco, gosto bastante das sombras no desenho em preto e branco.

Pantera Negra 2

Pantera Negra tem potencial para ser uma das melhores séries da Marvel da atualidade. Wakanda já oferece um cenário bacana misturando tecnologia, florestas, tribos indígenas e uma boa quantidade de personagens secundários com tramas e motivações próprias que se bem desenvolvidos podem elevar o Pantera a um novo patamar dentro do universo Marvel.

E visto que o personagem já fez sucesso na sua aparição em Capitão América 3: Guerra Civil e vai ganhar seu filme solo em 2018, a Marvel só tem a ganhar construindo um universo coeso que pode servir inclusive de inspiração para mais filmes no futuro.

Gostou? Compartilhe!!!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sobre Oni

Especialista em compras compulsivas. Mestre em largar jogos pela metade. Doutor em Leitura de livros com figuras. Príncipe em assistir séries pela metade . Rei da procrastinação. Deus do meu mundo.

Deixe uma resposta