Início / Hqs e Livros / Preacher  – 1º temporada

Preacher  – 1º temporada

Preacher, a série da AMC baseada nos quadrinhos da DC/Vertigo criado por Garth Ennis e Steve Dillon, chegou ao final da sua 1º temporada. Afinal, a série fez jus ao que se esperava?

PREACHER-

Já tinha postado minhas primeiras impressões sobre a série quando ela começou e fiz isso comparando com os quadrinhos. Dessa vez vou tentar deixar os quadrinhos de lado e me focar na série em si.

Preacher já começou errando desde a escolha do elenco, Dominic Cooper (Capitão América, Drácula) não convence no papel do Pastor Jesse Custer, ele não consegue passar a complexidade que o personagem exige, não convence nas horas que deveria e sua parceria amorosa com a Tulipa, interpretada pela atriz Ruth Negga (Warcraft), demora tanto a engrenar que quando acontece você já nem se importa mais com a situação.

preacher-comics-tv-projeto-supremo
Faltou carisma, faltou interpretação e faltou tirar esse cabelinho moderninho de garoto juvenil.

O Vampiro Cassidy por outro lado é uma das poucas coisas boas da série, interpretado por Joe Gilgun (Misfits) ele é sem sombra de dúvidas o melhor personagem do seriado. Contudo sua participação é bem pequena na trama em geral e por vezes ele simplesmente desaparece da trama que se arrasta demais em outras partes menos interessantes.

Preacher começou devagar demais e manteve esse ritmo o tempo todo, a história era para ser uma Road Trip com o 3 personagens principais saindo por ai procurando por Deus, mas ficou tempo demais estacionada num mesmo lugar tentando criar todo um pano de fundo pra história que mais cansou do que agregou algo de interessante.

Preacher se arrastou monotonamente durante seus 9 primeiros episódios eu já estava a ponto de desistir, mas se eu já tinha chegado até ali, não custava nada assistir o 10º e ultimo episódio da 1º temporada antes de parar de vez com a série.

preacher-season-1--tulipa-ruth-negga-cassidy-joseph-gilgun
Desnecessário o que acontece depois disso

Mas eis que fui surpreendido por um episódio bom pra caramba. O último da temporada é justamente o que Preacher deveria ter sido desde o começo. Aliás, você pode facilmente descartar o 9 anteriores e começar a ver a série a partir dele, que é onde a historia realmente começa. Porque não começou assim desde o principio é um mistério.

O último episódio é perfeito e maravilhoso e Preacher se tornou uma ótima série do dia pra noite? Não. O último episódio não é perfeito, mas é muito bom, principalmente se comparado ao restante da série. Ele é meio corrido porque deixaram pra resolver o plot todo da temporada nele, mas isso é bom de certa forma, já que o restante da temporada foi de pura enrolação.

PREACHER_S1_

Veredito.

De forma geral Preacher não é uma série que vou recomendar para as pessoas verem. Principalmente quem é fã dos quadrinhos pode ficar bastante decepcionado. As únicas coisas que se salvam na série como um todo é a ótima trilha sonora, Cassidy e o ultimo episódio da temporada. É muito pouco.

Preacher já foi renovada para uma segunda temporada e vai começar de um ponto importante com personagens novos e a viagem dos protagonistas ao redor dos Estados Unidos. Eu ia parar de acompanhar, mas o último episódio reacendeu minha curiosidade de continuar acompanhando, então é esperar pra ver e torcer para a nova temporada ser muito melhor que a primeira.

Gostou? Compartilhe!!!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sobre Oni

Especialista em compras compulsivas. Mestre em largar jogos pela metade. Doutor em Leitura de livros com figuras. Príncipe em assistir séries pela metade . Rei da procrastinação. Deus do meu mundo.

Deixe uma resposta