Início / Hqs e Livros / DC Rebirth – O Renascimento do universo

DC Rebirth – O Renascimento do universo

DC Rebirth
Uma historia de amor, legado, vida, renascimento, deuses e lendas.

Em DC Rebirth Geoff Johns nos agracia com um belo pedido de desculpa, e com uma historia emocionante, repleta de heroísmo, legado e um arrepio para aqueles que assim como eu, amam a DC, na alegria e na tristeza, no amor e amor (não existe ódio, só algumas decepções as vezes).

Tudo começa com Wally West perdido no tempo devido à força de aceleração, recorrente em Flashpoint. Após o final da dark side war (liga da justiça #50) Wally encontra uma brecha, para sair da força de aceleração e passar um recado, sobre um perigo que espreita o universo.

DC-Comics-Rebirth

No contexto geral a historia é simples, mas recheada de referencias para os leitores mais velhos, o que não significa que você, que começou nos novos 52 ou quer começar a se aventurar nesse universo não possa fazer isso. Essa historia é para você, para mim, para todos que admiramos esses heróis e o legado que irão deixar.

Com essa edição  a DC deixa a entender que algumas coisas das antigas irão voltar introduzindo algumas idéias que foram bem aproveitadas nos novos 52,  isso se entende quando Wally explica do porquê ter dois Wally. Quando aparece Johnny trovoada (caralho como fiquei emocionado nessa parte) explicando sobre a sociedade da justiça. Tedy Kord e a lenda do Besouro Azul, Dick segurando o manto do Asa Noturna pré 52 (aquele que tem a faixa azul) e o retorno dos Titãs originais (pqp! Obrigado DC, por trazer umas das equipes mais fodas) e também  tem a versão Teen dos Titãs liderada por Damian Wayne.

dc-rebirth

Temos também o tão aguardado retorno do super pré 52, casado com a Lois e com seu filho Jon, já que o Super dos novos 52 aparentemente morreu (leia Superman #52). Destaque para uma das cenas mais românticas que vi nessa edição, que foi aquela reação entre o arqueiro verde e a canário, pra quem conhece o casal de outras historias tanto nas hqs, quanto pelo desenho da liga que passava no SBT (sim sou tiozão porra) sabe da importância do casal.

Bom sem muito o que falar, só quero deixa o meu obrigado a DC e espero que boas historias não se limitem a uma primeira edição, que continuem a partir daqui a nos mostrar como se passa o legado, esperança e heroísmo.

 

Gostou? Compartilhe!!!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sobre Zana

Deixe uma resposta